Além do Multiverso

5420_3d_space_scene_hd_wallpapers

Esta primeira postagem procura dar uma visão geral dos assuntos que serão tratados neste blog. Quando a raça humana finalmente achava que já sabia tudo (ou quase tudo), um novo mundo se abre à sua frente. Coisas que pareciam terem saído de filmes de ficção ou de lendas urbanas tornaram-se possíveis da noite para o dia. Vários ramos da Física e Cosmologia apontam que há mais coisas que não vemos e quem nem mesmo nossos equipamentos conseguem detectar, mas existem e podem estar literalmente à nossa frente. É possível sim que, o que sempre conhecemos como Universo pode ser na verdade um pequeno elemento em um conjunto ainda maior e infinito. Se antes já era difícil explicar o nosso Cosmos, imagine agora.

Vamos começar pelo principio de tudo (ou o que pensamos que seria o começo de tudo). Para algumas religiões o inicio de tudo estaria no Livro do Genesis com a celebre frase que até mesmo Ateus como eu sabem: “No inicio a terra era vazia e sem forma e as trevas cobriam o abismo…”, ou mais ou menos isso. Esta, com certeza, não é a verdadeira resposta apesar de ser uma bela fabula. Entretanto, para muitos cientistas, a origem de tudo estaria no Big Bang, quando a partir de um único, denso e microscópico ponto surgiu tudo que conhecemos. Que também pode não ser a verdade, mas esta bem próxima porque se baseia em estudos e não na fé ou imaginação. Mas, e o que havia antes deste ponto? Desta singularidade? Seria mesmo o Big Bang o Genesis Cósmico?

Eu não concordo plenamente com essa ideia por vários motivos. Se o “nosso” Universo (que chamarei neste Blog e em outros que escrevo por ‘Universo 0‘), for realmente infinito, ele, o Universo infinito não poderia estar totalmente concentrado em uma única partícula no inicio de tudo. A menos é claro que o que se chama de Universo não seja o espaço em si entre os corpos e alem deles mas apenas o conjunto de todos os elementos que compõe o Cosmos, como Galaxias, Estrelas, Planetas, Buracos Negros, Matéria Escura, Energia Escura etc.

Desta forma sim então o ponto inicial (o Átomo Primitivo, como disse Georges Lamaitre), conteria tudo em um dado instante a 13,7 bilhões de anos e que por alguma razão teria “explodido”. Ora, mas se neste estado critico não haviam ainda leis da Física, porque isso teria acontecido? Este ponto poderia ter ficado lá eternamente mas algo, uma mudança ocorreu e tudo literalmente voou pelos ares. Se algo aconteceu, um fenômeno físico despertou – não existe reação sem ação (Terceira Lei de Newton). Isso leva a crer que existia algo antes do Grande Bang.

universo--agua-e9692

Bem, se a quantidade de “coisas” (matéria, energia etc), era e ainda é limitada então o Universo é finito, mas o espaço em si não. Neste caso, o espaço não seria exatamente como compreendemos no dia a dia, mas algo completamente sem partícula alguma e sem nenhuma propriedade Física. Absolutamente nada para impedir, dificultar ou acelerar a expansão do próprio Universo. Posso descrever essa ideia de um espaço crescendo dentro de um vazio fazendo uma analogia entre uma bolha de azeite de oliva dentro de um imenso copo com água sem paredes. Por mais que a bolha de óleo cresça, jamais chegaria a algum lugar pois o espaço em volta, a água no copo é infinita.

Resumindo, o que chamamos de Universo seria apenas uma bolha de coisas, propriedades físicas inflando dentro de um infinito vazio despido de qualquer propriedade física. Este Hiper Espaço poderia estar preenchido de outras bolhas de Universos originais ou resultado da divisão de outras bolhas (Universos). Cada Universo original teria propriedades físicas únicas e os resultantes do partilhamento deste e/ou de outros Universos, teriam propriedades físicas iguais . Nosso Universo (nossa bolha de óleo como na comparação), poderia ser resultante da divisão de outro ou ser totalmente original. Sendo original, como surgiu? Será que sempre existiu assim  como o Hiper Espaço sempre existiu?

A busca da Física agora é identificar estes outros Universos. Aparentemente não haveria dificuldade de uma partícula ou informação viajar de uma bolha a outra, visto que não existe o sentido de distancia entre elas. Mas, sendo um meio totalmente inerte poderia ocorrer duas coisas: Ele, o Hiper Espaço impede qualquer comunicação entre os Universos ou, por ser totalmente sem propriedades, não impediria nada. Poderíamos fazer contato com outros Universos? Bem, isto comento em uma próxima postagem!

Leia mais a respeito em:
Abismo do Tempo

 

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s